O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) encarregou o Consórcio Halcrow-Sinergiaa preparar um estudo de viabilidade para uma linha ferroviária de alta velocidade [Trem-Bala], com uma velocidade de linha máxima de 350km/h, por 511 quilômetros, conectando as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, no Brasil. O Consórcio realizou estudos detalhados contemplando:

  • Estimativas de Demanda e Receita;

  • Estudos de Traçado;

  • Avaliação Financeira e Econômica e Concessão;

  • Operações Ferroviárias e Tecnologia;

  • Custo de Capital do TAV;

  • Desenvolvimento Imobiliário.

A abordagem usada para estimar o número de passageiros de ferrovias de alta velocidade foi baseada em técnicas de pesquisa de preferência revelada (PR) e preferência declarada (PD) juntamente com modelos Logit. Os modelos Logit são usados habitualmente no planejamento de transporte para estimar as participações de mercado, ou seja, as taxas de desvio de passageiros de avião para trem, carro para trem, e ônibus para trem, e etc., e são, portanto, idealmente adequadas para modelar a apresentação do TAV. A metodologia usada neste estudo do TAV foi consistente com aquela usada para outros projetos de trem de alta velocidade, a saber, no Reino Unido e na Espanha.

© Sinergia :: Praia do Flamengo, 278 cj 52 :: Rio de Janeiro - Brasil :: TEL/FAX: + 55 21 2553-3994