O Plano de Acessibilidade e Circulação do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro teve como objetivo estudar alternativas para a otimização do uso das áreas de pick up e drop off, organizar os fluxos veiculares de automóveis particulares, táxis, aplicativos de transportes, ônibus fretados, BRT, vans e caminhões, além de avaliar alternativas para aumento de capacidade da Av. Vinte de Janeiro, acesso aos terminais de passageiros e outras facilidades.

Para o Terminal de Cargas (TECA), foram analisadas alternativas para melhorias das condições de acesso dos caminhões, reduzindo as filas e seu impacto no sistema viário local.

Os estudos foram efetuados através do uso de microssimuladores, combinando análises de veículos e pedestres com suas interações - em especial nas áreas de pick up e drop off, onde ocorrem travessias frequentes interrompendo o trânsito e resultando em perdas de capacidade do sistema.

Proj Sin.png

As soluções propostas incluíram, entre outras:

  • Revisão do projeto de sinalização horizontal, vertical e semafórica, fundamental para a satisfatória comunicação com os motoristas não frequentes que se dirigem ao aeroporto

  • Revisão do espaços reservados para os diferentes modos de transportes, como estacionamentos, vagas ao longo dos terminais de passageiros e novas áreas para operações específicas (ônibus fretados, por exemplo)

  • Implantação de obras de arte especiais para aumento de capacidade do sistema viário de acesso

  • Terminal multimodal para centralização de futuros modos de transporte de massa